Você já jogou RPG?

Wuerfel5

O estilo de jogo comumente associado aos “nerds” possui uma grande quantidade de fãs pelo mundo todo e talvez você seja um assíduo jogador do gênero e nem saiba disso.

Mas o que seria um jogo de RPG?

A sigla RPG vem do inglês “Role Playing Game” e define um estilo de jogo que vai muito além do jogador interpretar personagens. Ele também cria narrativas, histórias e um enredo, que são guiados por um dos participantes, o “mestre”.

Normalmente o título do jogo recebe o nome desse mestre, que é um tipo de “deus”, onde ele comanda todas as ações.

As partidas se iniciam com os jogadores criando personagens, que possuem classes estipuladas pelo tema do jogo (normalmente medieval), podendo possuir diversas vertentes.

Serão definidos então dados específicos para cada personagem como dados pessoais, raça, classe e algumas características padrão, como força, destreza, sorte, inteligência, agilidade, vitalidade, etc.

Assim que se inicia a partida o mestre narrará a história para os jogadores, que deverão interpretar seus personagens fielmente durante as conversas e decisões do grupo.

O mestre pode, assim que desejar, inserir elementos novos ao enredo, dando liberdade para a criatividade dentro das aventuras.

Não é uma regra, mas dependendo do jogo é necessário o uso de dados para que ocorram as batalhas entre os personagens, cujos resultados definirão seu ataque e sua defesa, o que influenciará no resultado final.

tormenta_rpg_by_caiomm-d7cfcxz

Dragon Quest (chamado de Dragon Warrior no ocidente) foi criado em 1986 e foi o primeiro a difundir o estilo. A partir de então diversos outros títulos e séries foram criados, como Final Fantasy, Breath of Fire, Wild Arms, Hero Guest, etc, com grande sucesso.

Inicialmente os jogos de RPG se resumiam aos “físicos”, de tabuleiro, mas conforme o estilo ganhou popularidade as indústrias de jogos passaram a criar versões virtuais, jogadas no computador no modo online, alguns adaptados do estilo tradicional e outros totalmente inéditos.

Foi quando surgiu uma das maiores e mais lucrativas vertentes de jogos da história: o MMORPG (Massive Multiplayer Online RPG), onde o título Ultima Online, de 1997, foi o responsável pela sua popularização.

Esse gênero traz a possibilidade de inserir milhares de jogadores em um único mundo online e interativo, o que originou jogos de sucesso mundial como World of Warcraft, Runescape e Age of Conan, entre diversos outros.

Já no Brasil um dos jogos do gênero que ainda hoje possui maior popularidade é o coreano Ragnarok.

Embora o MMORPG faça um sucesso estrondoso graças à internet, há jogadores que se mantém fiéis ao RPG convencional, com a utilização de dados e onde ainda há o contato “olho no olho” entre os jogadores.

Uma ótima página tanto para os fãs de RPG quanto para os que querem conhecer o gênero é “O Teatro de Mesa“, que possui ótimas explicações sobre os jogos, além de oferecer informações em primeira mão sobre os títulos de maior sucesso.

Não dá para deixar de citar, ainda, os livro-jogos, conhecidos como “aventura solo”, onde o leitor não fica preso a um único enredo (como nos livros convencionais), mas pode chegar a diversos desfechos, de acordo com as escolhas que faz ao longo da obra.

Prisioneiro da Eternidade - RPG

Livro-jogo Prisioneiro da Eternidade – RPG

Como funciona seu sistema?

No livro-jogo, ao final de cada etapa, o leitor se depara com algumas opções para prosseguir na trama e, de acordo com a que escolher, é levado para um determinado evento (uma nova etapa) e assim por diante, até o final da obra.

Por exemplo: Você entra em uma sala escura e se depara com uma entidade desconhecida, o que você faz?

– Você conversa com ela (vá para a página 20).

– Você sai correndo, assustado (vá para a página 40).

– Você empunha um crucifixo e parte para o combate (vá para a página 50).

Ou seja, no livro-jogo, assim como em um RPG convencional, há diversos finais possíveis, de acordo com as escolhas que o leitor fizer no decorrer da história, não ficando preso a um único final.

Ficou interessado nos não tão difundidos livros-jogo? Conheça a obra “Prisioneiro da Eternidade – RPG” e experimente as emoções de uma leitura interativa.

@oscarmendesf / Site oficial do autor

Mande e-mail para o colunista: oscarmendes@bastidoresdainformacao.com.br