Violência e adultério pode, mas o beijo gay não. Até quando isso?

CONTROLE3

A Globo, mais uma vez, decepcionou. Semana passada, o canal havia anunciado que iria exibir o filme “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” (2014), que narra um romance gay, protagonizado por dois adolescentes, Léo e Gabriel. O filme de Daniel Ribeiro conquistou mais de 90 prêmios em todo mundo, e seria exibido após o “Altas Horas”, sábado (23), porém, a emissora carioca decidiu cancelar a exibição, justificando que a alteração ocorreu devido à questões da programação. No lugar do romance, foi exibido um filme totalmente homofóbico, “Casa da Mãe Joana 2” (2013).

teaser
Cena do filme “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”

Posso estar enganado, mas fica claro que o cancelamento da apresentação do romance gay é, justamente, para não criar “polêmicas” e evitar os toscos boicotes da tão tradicional família brasileira, que, em sua grande parte, não reclama das várias cenas de violência e nudez interpretadas pelas estrelas do canal carioca. Família bem tradicional essa, não é mesmo?

O filme que foi exibido no lugar, “Casa da Mãe Joana 2”, possui um personagem gay em sua história, porém, ele é totalmente criticado pelos seu trejeitos femininos, tornando-se um personagem “cômico”. Está na hora da sociedade enxergar  que ser gay não é motivo de piada e, muito menos, é motivo de preocupação. Não altera nada na vida de uma pessoa se ela beija rapazes ou moças, ou se beija os dois. Não venha com aquela história que gay merece sofrer preconceitos devido a seus comportamentos, pois, cada um tem o direito de viver da maneira que se senti bem. 

Relembrando

Devemos lembrar que a emissora “sofreu”, recentemente, com a novela “Babilônia”, após exibir um beijo lésbico, se é que podemos chamar de beijo, logo no primeiro capítulo. A nossa família tradicional, simplesmente, deixou de assistir  trama, e migrou para a Record, que se diz evangélica e que aproveitou a situação para estrear uma novela bíblica. Sucesso na certa. Devo lembrar também, que horas depois, após se “purificarem” com a história de Moisés, os tradicionais (sem generalizar, por favor) voltavam para a platinada, e assistiam uma novela totalmente “fora de seus padrões”, “Verdades Secretas”, a trama tinha cenas de sexo, violência, nudez e o pior, uma filha que traia sua própria mãe, ficando com o seu padrasto. Que maravilha! É muita hipocrisia. 

Esperança

O jeito agora é esperar. Como aquele velho ditado diz: “a esperança é última que morre”. Vamos torcer para a Globo anunciar uma nova data de exibição do filme. Após o cancelamento, vários internautas manifestaram sua insatisfação nas redes sociais. Faça o mesmo, questione a emissora sobre uma nova data para exibir o romance, e veremos quais serão as cenas dos próximos capítulos. 

sobe1

Após a critica à Rede Globo, vem um elogio. A estreia da nova temporada de “Amor e Sexo”, no sábado (23), surpreendeu ao formar casais homossexuais em de seus quadros. A atração também mostrou homens que aceitaram a se “transformarem” em drag queens. Parabéns à produção do programa!

DESCE

Mais um vez uma telenovela brasileira deixou ir ao ar uma cena que não deveria ter ido. Dessa vez, foi a novela “A Regra do Jogo” que deixou aparecer o pedaço de uma câmera. Lembrando que a Record  deixou aparecer, recentemente, um extintor em pleno Egito antigo. Que papelão!

“Controle na Mão”, toda segunda-feira, às 20h, no BDI.

Mande seu e-mail para o colunista: charlesdouglas@bastidoresdainformacao.com.br

Veja mais publicações do Charles. Acesse o seu blog: www.dropsdocharles.com

 

Deixe uma resposta