Vaias a Dilma mostra Brasil hipócrita e mal-educado

Presidenta Dilma / Foto: Divulgação
Presidenta Dilma / Foto: Divulgação

A forma na qual parte das 60 mil pessoas presentes na Arena São Paulo vaiaram e hostilizaram Dilma Roussef durante a abertura da Copa do mundo, certamente não melhorou a péssima imagem que tem o Brasil no exterior.

De fato, Dilma deixa muito a desejar como chefe de Estado e merece sim, ser cobrada, porém de uma forma mais justa, nas urnas, para ser mais preciso.

A atitude hostil e de mau gosto dos paulistanos reflete para todo o mundo o quão o país é e está vergonhoso e envergonhado. E por que se interessar pelo que falam lá fora do Brasil? Por uma série de questões diplomáticas, de desenvolvimento e de futuro dos nossos filhos, inclusive. Todavia, não vou me aprofundar neste assunto. A questão é que a primeira lição deveria ser “roupa suja lava-se em casa”, ou seja, não é necessário todo alarde internacional que foi criado para resolver o problema. É preciso estudar o político antes, durante e depois do mandato. O brasileiro faz isso? Quantos sabem, por exemplo, os nomes dos ministros de Dilma? Quantos sabem o nome do vice-governador do seu estado? Por que será que os EUA se sustentam tanto em uma moral quase intocável? Porque assim como nós, são cheios de podres, podem até vaiar o presidente, mas não deixam que os outros saibam. Não falam palavrões na frente de bilhões de crianças os vendo na TV. Eles cuidam de sua imagem. E não, não é comparação ou complexo de vira-lata. É fato! Esta educação demonstrada no jogo ou a falta dela, não foi dada por Dilma, Aécio ou Campos, foi dada pelos pais dos presentes. 

O ato de pedir para a mandatária do país “tomar um suco” demonstra também, que além de mal-educados, somos hipócritas. Uma hipocrisia geral, que ocupa todo o território nacional. Que começa com uma esquerda “caviar” que não existe e governa o país no capitalismo, contrariando todos os ensinamentos do socialista Carl Marx. A direita, louca para assumir o poder e encher o bolso de dinheiro como fazem os mandantes atuais. Uma falsidade nos direitos humanos, que defende o ladrão ao invés da vítima. Da censura geral, que não deixa um humorista fazer piada porque hoje tudo é processo, tudo é bullying. Será que se você já riu de uma piada de loira ou português, você não perde o direito de reclamar de uma piada de gordo, gay ou negro? O negro que não pode ser chamado de preto, é racismo. Contudo, o branco deve alcunhado de branco. Ora, não somos todos iguais? Qual o problema com a cor? Aliás, patrões, por que os pretos não ganham o mesmo que os brancos?  Por que você briga contra o preconceito e discrimina também?

E o que dizer de “Somos todos macacos”? Particularmente, bati palmas para a atitude de Daniel Alves em comer a banana quando lhe foi atirada em campo. E depois? Ver campanha publicitária e Luciano Huck lançando camisetas com os tais dizeres a R$ 70? Que oportunismo! Está tudo errado!

A hipocrisia não para por aí. Vivemos uma sociedade tão “fresca” e vulgar, onde quem não dança bem e não mostra o corpo é classificada como “recalcada”. Onde na era digital, por trás da tela do computador, todo mundo fica “macho”, fala o que quiser, e pessoalmente, não sabe argumentar, conversar, entreter-se. Lamentável! No futebol, inclusive, às vezes o jogador não sabe bater um lateral, pratica anti-jogo, induz o árbitro ao erro e vira o melhor por isso. Em contrapartida, nossos professores, formadores de todas as outras profissões, apanham dos alunos drogados em salas de aula precárias e condições desumanas de trabalho em troca de R$ 2.000 no holerite, quando chega a isso. Não trata-se de clichê. É uma escolha indevida de heróis. Por isso talvez, Genoino tenha se vestido como herói quando preso, e tem gente que realmente acredita que um dos condenados do mensalão é um “exemplo a ser seguido”.

A mudança é justa, bem-vinda e necessária. É urgente a troca do governo atual. Mas por que tanto dissimulo? Por que vaiar a presidente pelos gastos da copa? Por que você pagou R$ 1.000 no ingresso? Por que financiou o evento? Você não mereceu vaias também? Não contribuiu para os objetivos deles? Que controverso, não é? Desses que xingaram Dilma, quantos de verdade não vão esquecer tudo e votar nela novamente em novembro?

@LucasCanosa

Mande seu e-mail para Lucas Canosa : lucascanosa@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta