Último foragido da Operação Lava Jato se entrega à polícia

Adarico Negromonte chegando à delegacia (Foto: Reprodução/Globo News)
Adarico Negromonte chegando à delegacia (Foto: Reprodução/Globo News)

O último elo para desvendar a Operação Lava Jato se entregou à Polícia Federal nesta segunda-feira (24), em Curitiba. Adarico Negromonte Filho, que estava foragido desde sexta-feira (14), é um dos 25 investigados do esquema. Negromonte é suspeito de ligação com o doleiro Alberto Youssef, líder do esquema de lavagem e desvio de dinheiro.

De acordo com as investigações, Aderico, que é irmão do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte, levava o dinheiro do escritório de Youssef para os agentes públicos e partidos político. A PF ainda não divulgou quando o suspeito irá prestar depoimento. Ele também precisa ser levado ao Instituto Médico-Legal (IML) para exame de corpo de delito.

Entenda a Operação Lava Jato

Segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, a Operação Lava Jato investiga um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado cerca de 10 bilhões de reais e provocou desvio de recursos da Petrobras. Esta fase da operação policial teve como foco executivos e funcionários de nove grandes empreiteiras que mantêm contratos com a Petrobras e somam 59 bilhões de reais.

Deixe uma resposta