Técnico Fábio Carille admite dificuldades no duelo contra Vitória

(foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O Corinthians voltou a mostrar força como visitante e bateu o Vitória por 1 a 0 neste domingo, na Arena Fonte Nova.

Desde o início do ano, o Corinthians tem se sentido mais à vontade longe dos seus domínios, onde geralmente não precisa tomar a iniciativa de atacar. Em Itaquera, foram 14 partidas em 2017, com sete vitórias, seis empates e uma derrota.

“Empatamos muitos jogos em casa, mas havíamos feito o resultado fora em dois deles”, minimizou Carille.

“Houve empates em que sabemos que poderíamos ter sido melhores, mas outros em que tínhamos feito o placar fora. Temos muito a melhorar, dentro e fora de casa, inclusive a questão de sermos mais agressivos”, concordou.

Contra o Vitória, Carille acredita que o seu time teve dificuldades justamente porque o adversário adotou uma postura um pouco mais cautelosa.

“É uma ideia. Estamos pressionando lá em cima, com o Rodriguinho ajudando o Jô. Não trabalho muito a questão de o jogo ser dentro ou fora de casa. Prefiro focar nas qualidades dos adversários. É isso que passamos aos atletas. Em qualquer lugar, queremos sempre jogar em cima”, assegurou Fábio Carille.

O Timão volta à campo somente no próximo domingo, para o duelo diante do Atlético Goianiense no Serra Dourada às 16h (horário de Brasília) em jogo válido pela terceira rodada do Brasileirão.