SP cria o próprio “auxílio emergencial” para 10 mil cidadãos

O Programa Cidadão Trabalhador vai proporcionar qualificação profissional e renda de R$ 330 mensais para 10 mil cidadãos desempregados e em situação de alta vulnerabilidade social. A divulgação foi da secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

Os beneficiários serão selecionados conforme os critérios da administração. Por exemplo, o cidadão deve ter 17 anos completos, ser morador de São Paulo há pelo menos dois anos e estar desempregado por pelo menos 12 meses. Os usuários podem permanecer no programa por até nove meses, realizando atividades de 24 horas por semana, incluindo um curso de qualificação profissional, com carga de 150 horas.

Dentre os estudos, estão cursos nas áreas de Ambiente e saúde, Gestão e negócios, Infraestrutura, Recursos naturais, Produção alimentícia, Informação e comunicação, Turismo e Hospitalidade e lazer.
Para mais informações, o interessado deverá se cadastrar na página do programa.

Deixe uma resposta