Sobre o cabelereiro de Dilma

Foto: Veja
Foto: Veja

Esta nota não tem intuito de fofoca.
Vou escrever porque fui questionado por uma leitora muito cara e decidi responder.

Saiu numa revista Veja que o Planalto paga 3 mil reais pra que o conhecido cabeleireiro Celso Kamura faça o cabelo e maquiagem de Dilma quando ela faz pronunciamento.

Tenho grande admiração pelo Celso, e nem o conheço mas tenho esta admiração pela personalidade dele.
Todos os jornalistas já tentaram de tudo e ninguém jamais tirou um segredo dele sobre as personalidades que ele cuida.

Isto já vale o preço que ele quiser cobrar.

Conheço política bem desde 1971 quando produzi minha primeira peça de teatro durante o Regime Militar.

E a política é uma das coisas mais estressantes que existe, ao lado da medicina.

Se um médico erra ele mata a pessoa.
Se um político erra ele prejudica no mínimo milhares de pessoas.

De um simples vereador até um presidente de um país, quando o sujeito erra sem querer ou por corrupção ele prejudica milhares de pessoas.

Não sou contra mordomia aos políticos desde que eles trabalhem com honestidade e competência que é uma raridade agora.

Deveria existir fiscalização verdadeira contra quem se locupleta de cargos públicos.

Não existe e a Lava Jato está pegando apenas poucos executivos e deixando a maioria dos políticos de fora.

Se muitos foram condenados pelo mensalão, quer dizer que compraram votos mas quase nenhum político dos 514 deputados foi preso ou punido.

Se o governo tinha maioria, basta fazer a conta de quantos votavam recebendo grana e nada os tirou dali.

Então não acho importante o dinheiro gasto pra fazer cabelo e maquiagem da presidente.

No Regime Militar duas primeiras damas mandavam o avião presidencial buscar cabeleireiro em São Paulo.

Isto tudo é um detalhe de nenhuma importância em significado com a perda da Petrobras que ficou valendo menos que uma grife de moda.
isto é sem significância quando a presidente dá bilhões de dólares a ditadores e o Congresso com tucanos que nada protestaram.

Infelizmente temos o pior Congresso da história do Brasil.

Até no Regime Militar tivemos gente muito mais competente fazendo oposição.

Tirando poucos comunistas que foram cassados com todo mérito, os que fizeram oposição de pensamento e política eram até respeitados pelos generais.

Não foram os guerrilheiros que acabaram com o Regime Militar.

O que acabou com o regime foi o péssimo governo de Figueiredo, o pior de todos os generais que comandaram o Brasil.

E o pior ato de todos de Figueiredo foi sua anistia a gente que era guerrilheiro que assaltava, matava e sequestrava.

A permissão de Figueiredo pra que esta gente voltasse ao Brasil deu no governo atual onde os que estão no poder são todos anistiados.

Deixe uma resposta