Só o chefe do PCC para entender o que houve na Argentina

Cristina, presidente Argentina / Foto: Reprodução
Cristina, presidente Argentina / Foto: Reprodução

A história de suicídio do promotor argentino que se baseia no fato da porta do apartamento estar trancada por dentro deixa de existir se chamarem o Marcola do PCC que logo ele mostra o jeito de se fazer isto.

Agora que está pra sair da cadeia o Marcola seria perfeito pra ser secretário de segurança.

Ao menos seria alguém que entende.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

 

Deixe uma resposta