Smithsonian Channel participa de iniciativa pela conservação da biodiversidade

O canal Smithsonian Channel e a Smithsonian Institution participam, na próxima semana, do Conservação Integrada Summit 2021-2030, evento totalmente online e gratuito que deve reunir especialistas do mundo inteiro para debater os principais assuntos relacionados à conservação dos ecossistemas. Trata-se de uma ação organizada em parceria pelo Grupo Cataratas, Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Associação Brasileira de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB) e Instituto Conhecer para Conservar (ICC).

Entre a extensa programação do evento, que acontece virtualmente de 30 de novembro a 4 de dezembro, pelo site da Academia da Conservação, o Smithsonian estará presente em duas frentes: com a participação, como palestrantes, de dois especialistas ligados a Smithsonian Institution (instituição que reúne o maior complexo de museus e centros de pesquisa do mundo), e também com o patrocínio e disponibilização, por parte do Smithsonian Channel, de 30 bolsas de estudo 100% gratuitas para o curso Manejo e Conservação de Fauna na Prática.

Francisco Dallmeier, biólogo e diretor do Smithsonian Conservation Biology Institute, participa do painel “A Década da Restauração de Ecossistemas”, na manhã de 1º de dezembro. Ele vai discorrer sobre as ações de conservação e sustentabilidade que a Smithsonian Institution vem realizando globalmente e também no Brasil. Já Valerie Paul, cientista do Smithsonian Marine Station, debaterá o tema “Conservação das Espécies Marinhas Ameaçadas”, em 3 de dezembro, com enfoque na restauração de corais.

No último dia do evento, acontece a aula magna do curso Manejo e Conservação de Fauna na Prática. O curso será disponibilizado online pela Academia da Conservação, e o Smithsonian Channel vai conceder bolsas de estudos a 30 profissionais das principais instituições do país que realizam trabalhos associados à conservação da fauna brasileira.

Serão 30 horas de conteúdo que tem que por objetivo evidenciar e esclarecer as etapas essenciais para a realização de planos de restauração de fauna, a partir das experiências de grandes especialistas no assunto. O curso é coordenado pela médica veterinária Cristiane Pizzutto (USP) e pela bióloga Anna Cecília Leite (BIOADAPT), com a participação de cerca de vinte profissionais da conservação.

Os interessados podem se inscrever e adquirir o curso pelo site academiadaconservacao.com.br. A receita gerada será revertida para ações de conservação: 100% dos lucros serão doados para projetos de conservação da AZAB, com as 25 espécies do Acordo AZAB e ICMBio, e para projetos de conservação do ICC, com espécies ameaçadas na Mata Atlântica do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta