Silvio Santos recebe Sula Miranda e Roberto Leal no programa deste domingo

Sula, Silvio e Roberto (Crédito: Lourival Ribeiro/SBT)
Sula, Silvio e Roberto (Crédito: Lourival Ribeiro/SBT)

No Programa Silvio Santos deste domingo, 14 de junho, o apresentador recebe os cantores Sula Miranda e Roberto Leal no “Jogo das 3 Pistas”. Eles comentam sobre os diversos momentos de suas carreiras e conversam com Silvio sobre seus projetos atuais de trabalho. Na competição, vence aquele que conseguir acertar o maior número de palavras com até três dicas dadas pelo patrão.

Roberto Leal, já fazia algum tempo que você não aparecia no Brasil. Você estava cantando em que localidade portuguesa? (Silvio para Roberto Leal)

· Nós fizemos diversas coisas, mas o mais próximo foi um reality show satirizando outro reality show e eu fui o vencedor. Nós éramos atores, tínhamos um texto, fazíamos o programa e depois voltávamos para a nossa casa. Tínhamos 50% do texto e os outros 50 podíamos criar. (Roberto para Silvio)

· Mas vocês não ficavam presos em uma casa? Só algumas horas? Como chamava-se o reality? (Silvio para Roberto Leal)

· Isso. Chama-se “O Último a Sair”. O vitorioso ganhava 50 mil euros e um programa de televisão. (Roberto para Silvio)

· Quem reprova? O povo em casa? (Silvio para Roberto Leal)

· Existem dois caminhos: o povo e um júri de diretores. Ganhei porque levei tudo muito a sério, mas ser ator me salvou, porque o Roberto Leal não se permite certas coisas. (Roberto para Silvio)

· O seu disco é bom, legal. Tem músicas boas. (Silvio para Roberto Leal)

· Você gostou de um, aquele do samba, que você falou que ouvia no seu carro. (Roberto para Silvio)

· Sula Miranda, que você era a rainha dos caminhoneiros, eu já sabia. Você cantava uma música direta para eles. (Silvio para Sula Miranda)

· Isso. É o meu maior sucesso. (Sula para Silvio)

· Como é que surgiu esse apelido de rainha dos caminhoneiros? (Silvio para Sula Miranda)

· Tudo por causa da música “Caminhoneiro do Amor”. Regravei essa música no meu novo CD e tem um clipe novo dessa música também. (Sula para Silvio)

· Sula Miranda é inabalável. (…) Mas Sula, parece que você já não estava cantando mais esse tipo de música. Você não havia se convertido evangélica? (Silvio brinca com Sula)

· Sim, eu me converti, mas há dois anos voltei a cantar música sertaneja, porque é por conta dela que fiquei conhecida no Brasil. Continuo professando minha fé, gravei dois CDs gospel e no meu CD sempre gravo músicas com alguma mensagem. (Sula para Silvio)

· Mas cinco ou dez anos atrás, quando você cantava no Qual É a Música, você não era evangélica. (Silvio brinca com Sula)

· Ai, obrigada pelo cinco ou dez anos, Silvio, mas tem um pouquinho mais de tempo. (Sula brinca com Silvio)

· Mas você não era evangélica. Engraçado, as pessoas pecam tanto que depois viram evangélicas. (Silvio brinca com Sula)

· É isso mesmo, porque você peca, mas tem o direito de se arrepender. (Sula brinca com Silvio)

· Mas eu não, eu não me arrependo do que eu fiz. Eu faço de novo. (Silvio brinca com Sula)

· Acho que ninguém se atreveu a fazer essa pergunta para você, mas quando você estava no Qual é a Música você era cantora, você era católica, ou uma religião que eu não sei. Mas o que fez você se converter? É consciência pesada, excesso de pecados, desilusão amorosa? Porque dizem que a gente vai a Deus pelo amor ou pela dor. (Silvio brinca com Sula)

· Eu graças a Deus foi pelo amor. Passei por várias crenças, sempre busquei uma resposta para ter a paz interior e encontrei realmente quando tive a oportunidade de aprender a viver o que está na Bíblia. Tive situações difíceis na vida e não me converti, fui me converter depois. (Sula brinca com Silvio).

Deixe uma resposta