Santos ataca Sampaoli após dois jogadores entrarem na justiça contra clube

Foto: Marco Galvão/Foto Arena

O Santos, que ainda não tinha se posicionado sobre as ações que Eduardo Sasha e Everson movem na Justiça do Trabalho para rescindir contrato com o clube por atrasos, afirmou em post nas redes sociais que pretende manter seu elenco.

O clube ataca o técnico Jorge Sampaoli, que deixou a Vila Belmiro no fim do ano:

– Ressaltamos a intenção de manter os principais atletas do elenco, inclusive aqueles que, seduzidos pelo convite de ex-técnicos, tentam quebrar contratos na Justiça.

A mensagem é direcionada ao argentino. Os dirigentes santistas consideram que Everson e Sasha decidiram acionar a Justiça por terem sido convidados a defender o Atlético-MG, hoje sob o comando de Sampaoli. A equipe mineira não admite relação com as atitudes dos atletas, mas negocia com Sasha.

Ambos pediram liminares à Justiça para que tenham o contrato rescindido por causa de atrasos no Santos. Everson teve o primeiro pedido negado. Sasha chegou a ter uma decisão favorável, mas o juiz, no dia seguinte, revogou a liminar ao se declarar suspeito – na véspera, fotos do juiz vestido com a camisa do Atlético-MG foram publicadas em redes sociais.

Deixe uma resposta