Rodrigo Maia defende PEC para impedir militar de assumir cargo civil

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou na noite desta quinta-feira (23) que o Congresso deveria discutir uma PEC  para evitar militares da ativa em funções gratificadas no Executivo​.

Maia afirmou que a questão deverá ser melhor organizada para que militares passem automaticamente para a reserva se quiserem ocupar cargos.

“Acho que essa questão de militares da ativa estarem no Poder Executivo em funções gratificadas, isso a gente vai ter que organizar melhor no futuro. Quem quiser vir no futuro para o governo das Forças Armadas vem. Mas vai precisar, sem dúvida nenhuma, automaticamente caminhar para a reserva.”

Maia destacou que a presença de militares da ativa no governo não é boa para o Brasil ou para as Forças Armadas. A ideia deve ser discutida daqui a um tempo para não ser vista como um direcionamento a determinado ministro ou assessor.

Deixe uma resposta