Rodrigo Faro apresenta postura estranha em seu programa

Foto: Divulgação Record
Foto: Divulgação Record

Num quadro que copia a plateia e a coreografia de palco de Silvio Santos, ontem à tarde Rodrigo Faro fez algo em cena inaceitável a um apresentador que vai dar um carro de presente.

Quando o apresentador vai colocar um carro em jogo, ele não pode simplesmente chamar alguém da plateia.

Ele precisaria fazer um sorteio de números pra dar chance a que todos participassem.

Mas ao invés disto Rodrigo faro simplesmente chamou uma determinada senhora que estava na plateia.

Isto foi uma atitude inaceitável a um apresentador nesta situação de jogo.

Depois ainda teve cena pior no jogo.

A senhora deveria escolher uma bexiga que não seria estourada e que deveria conter a palavra mico.

Ao invés dela escolher, Rodrigo Faro determinou que a plateia escolhesse.

Ora, minha gente, plateia escolhe se tiver aquele pequeno controle que acionado mostra o voto de cada senhora da plateia, igual tem no programa Silvio Santos.

Mas no grito, plateia nenhuma do mundo vai escolher de verdade e com determinação um número de 1 a 10.

Mas o grito acabou sendo o do próprio apresentador Faro que disse que a plateia escolheu o número 6.

Desafio quem veja o vídeo que entenda que o número 6 foi de verdade o primeiro a ser escolhido pela plateia.

Por coincidência na bexiga de número 6 estava escrita a palavra mico.

Sei que foi coincidência mas foi uma coincidência que deu um carro pra uma senhora que não foi sorteada mas sim escolhida a dedo pelo apresentador.

Quando um programa de palco vai dar um carro de presente deve ter mais cuidado pra dar chance a que todas as pessoas que participam dele tenham a mesma chance e a sorte não fique em tempo algum na mão do apresentador do programa.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta