Rodada boa para metade dos grandes paulistas

Foto: fatoexpresso.com.br
Foto: fatoexpresso.com.br

Esta vigésima rodada do Campeonato Brasileiro foi interessante para metade dos quatro grandes paulistas. Um conseguiu se manter na liderança da competição, enquanto o outro vai subindo aos poucos na tabela. O Timão segue mais líder do que nunca. Enfrentou a Raposa dentro de casa e não teve dó nem piedade. Não só venceu, como massacrou, e Vagner Love finalmente desencantou na incontestável vitória do líder do certame nacional.

O mais próximo do Timão é o Palmeiras, que perdeu para o Galo em Belo Horizonte. O Verdão até abriu o marcador logo no começo do jogo, mas conheceu a fúria do “Galo doido” no seu “terreiro”, que conseguiu virar o placar e segue na cola do líder Corinthians, tirando o Verdão do G4, em mais um grande jogo, com várias oportunidades criadas para os dois laos e em alta voltagem.

Mais abaixo do Palmeiras está o São Paulo. O Tricolor perdeu mais uma vez e Osorio insiste no seu rodízio, fazendo o time ser “estranho” dentro de campo, sem produtividade, sem criatividade e sofrendo demais na parte defensiva, que cada vez mais dá mostras de que não pode jogar desprotegida. Daqui a pouco a paciência acaba, pois time grande não suporta oscilações, e acaba por ficar sem treinador.

Para finalizar, subindo pelas tabelas vem o Santos. O Peixe sente-se muito bem na Vila Belmiro, e o Avaí foi mais uma vítima do caldeirão (assim como foi o Corinthians no meio de semana). Uma goleada para cima dos catarinenses, para ninguém botar defeito. O Santos vai afastando cada vez mais o perigo do rebaixamento, não que eu acreditasse que fosse brigar ali, mas sabemos que todo cuidado é pouco.

E assim o Brasileirão vai nos encantando. Os pontos preciosos vão sendo perdidos por uns, os pontos valiosos conquistados por outros, e o torcedor? Ah, esse espera para sofrer e sorrir, sofrer e chorar, mas a todo jogo sentir fortes emoções cada vez que a bola rola!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta