Roberto de Andrade pede paciência com Cristóvão

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Constantemente vaiado, o técnico Cristóvão Borges é visto por muitos como um dos culpados pelas más atuações do Corinthians, mas o clube avisa que é preciso ter paciência com o comandante.

“Fica desumano trabalhar na beira de gramado e todos te chamando de burro por causa de uma alteração. O técnico sabe o que é melhor pelo que viu nos treinamentos”, disse o presidente Roberto de Andrade.

“Temos que ter paciência, estamos remontando o time. A cada semana muda uma peça ou outra até achar o grupo certinho, tenho certeza que teremos uma evolução”, complementou.

Nas últimas cinco partidas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians venceu apenas o Vitória, em casa, tendo perdido três vezes e empatado uma. Apesar dos maus resultados, Roberto de Andrade lembrou que é preciso que a análise sobre o treinador vá além do desempenho nos jogos.

“Sabemos que o treinador tem um trabalho fora do campo de administrar e motivar pessoas. Temos um grupo de 32 atletas, onze jogam e 21 ficam de fora. Tudo isso traz problemas e o técnico faz parte das soluções que são dadas”, comentou.

Por fim, o presidente do clube não acredita que a torcida tenha uma implicância com Cristóvão.

“Se estivéssemos ganhando, o torcedor estaria um pouco mais feliz com Cristóvão”, observou.

O Timão voltará a campo na próxima quinta-feira, quando enfrentará o Sport, na Arena Corinthians, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.