Renato Gaúcho afirma que delegação do Flamengo sofreu injúria racial no Paraguai

Depois da vitória sobre o Olimpia por 4 a 1, pelo primeiro jogo das quartas de final da Libertadores, o técnico Renato Gaúcho comentou um episódio de injúria racial vivido pela delegação do Flamengo, no Paraguai, durante o intervalo da partida.

– Infelizmente tem acontecido no mundo isso, injúria racial. Cobrei muito do quarto árbitro, do delegado do jogo, passamos para a nossa diretoria. Eles vão tomar as devidas providências. Isso choca, isso entristece. É uma coisa muito triste, que acontece não só no Brasil, mas no mundo todo. Nós, profissionais, temos a chance de falar e nos manifestar. É importante cobrar isso para que as autoridades possam tomar as previdências. Agora é com a diretoria do clube.

As injúrias raciais começaram no fim do primeiro tempo e partiram de torcedores do Olimpia. O goleiro Gabriel Batista foi o principal alvo.

A situação continuou na volta para o segundo tempo, quando Renato Gaúcho percebeu e avisou ao quarto árbitro e ao delegado da partida. 

O técnico também não escondeu o alívio pelo resultado fora de casa após o Flamengo vir de goleada sofrida para o Internacional pelo Campeonato Brasileiro.

– Acima de tudo, preciso treiná-los de todas as formas. Estou muito feliz com o meu grupo. Infelizmente tivemos essa derrota. Não estivemos tão bem quanto nos outros jogos. O Inter soube aproveitar as oportunidades e nos venceu merecidamente. O Flamengo não é o melhor time do mundo, e os melhores times também perdem. Sempre tiramos proveito das derrotas e das vitórias. Sempre tenho que corrigir algo no time. O torcedor pode ficar tranquilo, porque trabalho não falta. Tenho procurado corrigir alguns defeitos, mas não vamos ganhar todos os jogos. O mais importante é que três dias depois entramos em outra competição, num jogo muito difícil, e a equipe voltou a ser o Flamengo. Foi um acidente de trabalho aquele jogo. Hoje a equipe voltou a jogar muito bem, criar, fazer gols e conseguimos um bom resultado nos primeiros 90 minutos.

– Isso eu cobro deles todos os dias, todos os jogos. Não que jogamos mal contra o Inter, mas o Inter soube aproveitar a oportunidades. O Flamengo quando perde é muito cobrado. O mais importante de tudo é que a equipe já voltou a fazer o que está acostumada e a conseguir um grande resultado fora de casa.

O jogo da volta acontece na próxima quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Mané Garrincha. O Flamengo pode perder por 3 a 0 que fica com a vaga.

Deixe uma resposta