Quando São Paulo elegeu um rinoceronte

Brasil, São Paulo, SP. 14/02/1958. O rinoceronte "Cacareco" é visto no zoológico de São Paulo, zona sul da capital paulista, na década de 50. Como forma de protesto, Cacareco foi transformado em candidato à vereador durante votação em 1958 e acabou "eleito" para uma das 45 cadeiras da Câmara Municipal de São Paulo com mais de 100 mil votos. Cacareco foi um dos mais famosos casos de voto nulo ou de protesto em massa da história da política brasileira, uma vez que se tornou o "candidato" mais votado do pleito. - Crédito:ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:53554
Brasil, São Paulo, SP. 14/02/1958. O rinoceronte “Cacareco” é visto no zoológico de São Paulo, zona sul da capital paulista, na década de 50.  Crédito:ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:53554

Em 4 de outubro de 1959 nossa cidade elegeu pra vereador mais votado o Rinoceronte Cacareco.
A ideia foi do jornalista Itaborai Martins que cansado de tanta safadeza na política lançou Cacareco pra vereador.
Naquele tempo de votava escrevendo o nome do candidato.
E Cacareco foi o mais votado pra encanto do país.
Foi o mais incrível protesto da história.

Sobre…

Cacareco foi um rinoceronte do Zoológico de São Paulo que, nas eleições de outubro de 1959 para vereador da cidade, ganhou cerca de 100 mil votos. À época, a eleição era realizada com cédulas de papel e os eleitores escreviam o nome de seu candidato de preferência.

Cacareco foi um dos mais famosos casos de voto de protesto ou voto nulo em massa da história da política brasileira, uma vez que se tornou o “candidato” mais votado do pleito: o partido mais votado não chegou a 95.000 votos.

Deixe uma resposta