Quando o promotor se mete onde não deve

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Fico me perguntando porque um promotor de Justiça quer que o Governo do Estado faça racionamento.

O Estado tem uma empresa que é a Sabesp que é responsável por tal administração.

Gostaria de entender sob que base técnica que a promotoria determina tais coisas.

Acredito que a Sabesp tenha de verdade técnicos capacitados.

E além do mais existe uma secretaria responsável pela água e seu abastecimento.

A Sabesp declarou que existe abastecimento garantido até março.

Se a Sabesp declarou isto deve-se acreditar.

Caso isto não aconteça então a promotoria tem que responsabilizar as pessoas que fizeram tal declaração.

Tem uma coleção de promessas e declarações que a presidente Dilma fez sobre construção de obras sociais que não foram realizadas e não apareceu nenhum promotor público pra questionar a presidente.

A crise da falta de água é antiga e não aconteceu agora.

A coincidência é que agora é data de campanha eleitoral.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta