Quando Dilma perde o controle do seu time

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Tenho certeza de que se soubesse antes Dilma jamais aceitaria que alguém de seu grupo de colaboradores tivesse ato tão imbecil que foi brincar com o acidente que aconteceu com uma criança no Paraná que teve parte do corpo devorada por um tigre.

Quando o consultor da campanha que criou o papel de Dilma Bolada diz que o tigre deveria ter devorado o braço de Aécio, ficamos estarrecidos com tal princípio de brincadeira com as tristezas da família do menino.

Mas o lado pior é ver o jeito que certos petistas, não todos, tratam a campanha confundindo com humor algo que se deve entender sendo um tsunami na vida de uma família.

Nem adiante o cara vir pedir desculpas pela bobagem que fez porque gente que faz isto acaba fazendo coisas piores contra os outros.

E nem me digam que o rapaz que escreveu isto fez sem supervisão de alguém do partido porque aí a gente vai ver que o desespero do partido é sintoma de futura derrota.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta