QUAL É SUA ARTE? VAMOS MONETIZAR!

Especialista em marketing traz dicas valiosas de como transformar a sua arte em dinheiro.

 

“Que todos os seres humanos por constituição são iguais, com os mesmos direitos e deveres, não há o que discutir, porém com o avanço da globalização e capitalismo, o que estamos observando é cada vez mais o ser humano padronizando também uma das coisas mais únicas que cada um carrega dentro de si, a sua arte.

Cada pessoa nesse mundo nasceu com potenciais, características e individualidades únicas, fazendo desse ser algo totalmente especial, que tem a oferecer ao mundo algo que é único e só seu. Infelizmente nossa sociedade em busca somente de capital e adequação a um padrão social acaba por sua maioria enterrando sua arte para viver apenas como fantoches do mecanicismo atual.

Acontece que as novas gerações, a qual dedico minha pesquisa e estudos a muito tempo, estão sofrendo uma grande crise existencial por não se contentarem em colocar sua arte embaixo dos panos em troca de um “simples” dinheiro ou aprovação familiar, isso reflete diretamente no número de doenças mentais que assombra nossa juventude cada vez mais cedo, principalmente na faixa etária de começo de vida profissional.” Afirma o especialista em marketing Gustavo Tait.

Tait nos deixa ensinamentos preciosos de como podemos viver da nossa arte em meio a um mercado tão competitivo.

“Precisamos entender que não estamos falando de uma questão de escolha, estamos falando de uma questão de sobrevivência e saúde psíquica, dificilmente haverá felicidade e plenitude em uma pessoa que mata sua arte para viver apenas por viver. Cada vez mais o dinheiro não será mais mecanismo de troca por felicidade.

Em primeiro lugar precisamos entrar em um grande estado de presença e auto conhecimento para reconhecer em verdade qual é nossa arte, vale lembrar da infância, do que fazia e faz seu coração vibrar, aquilo que tu faz e poderia ficar dias fazendo, nesse momento é importante retirar todas as crenças limitantes e preconceitos, é preciso mergulhar dentro de si para identificação de sua real arte. Para alguns a arte será a música, a dança, a pintura, a parte comercial, a comunicação, um trabalho artesanal, um trabalho humanitário, empreender e alguma entre as milhões de possibilidades que esse mundo nos proporciona. Tenha certeza, a sua arte existe e está esperando ansiosamente você reconhecê-la, aceita-la e coloca-la ao mundo. “

Quando questionado como uma pessoa pode então começar a viver de sua arte após identifica lá, Tait nos explica em detalhes.

“Não vamos nos iludir pensando que pronto, descobrimos nossa arte, agora jogaremos tudo para o alto e vamos viver um sonho. A realidade é muito diferente, como tudo na vida é preciso de muita inteligência e planejamento para toda e qualquer transição. O que indico sempre a meus clientes é criar um plano de transição gradual onde essa mudança de vida não seja inconsequente e traumática.

Primeiro lugar é o planejamento financeiro, indico sempre começar a organização de transição na famosa “jornada dupla” durante o dia tocando os afazeres que lhe permitam monetizar e nos horários vamos planejando o seu “sonho”. Esse processo pode durar meses ou anos, isso não importa e cada um terá o seu tempo, porém o grande segredo é “nunca parar de remar”, cada dia amadurecendo mais os projetos e ideias até chegar o momento da grande transição. Você ira perceber como é maravilhoso estar em uma atividade mesmo que não tenha nada haver com seus valores, mas sabendo que tem um porque, que logo mais em algum momento você estará vivendo daquilo que faz seu coração vibrar.

Mas você me pergunta, como monetizar? Aí entra o grande dilema, a monetização de sua arte deverá envolver muita pesquisa e diferenciação, hoje temos uma grande vantagem que é a globalização digital, onde você pode oferecer sua arte a todo o mundo em um clique. Sempre recomendo fazer um grande mergulho em sua arte, entender como você pode se especializar cada vez mais nela, e o que dentro dessa arte o mercado está carente, o que mercado precisa, ou você poderá fazer o mercado enxergar como uma nova necessidade. Estamos falando de um universo de possibilidades onde apenas você por meio de muita dedicação e escuta das dicas do universo poderá descobrir e realizar.”

Tait ainda deixa uma mensagem a todos os leitores que sonham em viver de sua arte.

“Nunca percam o foco, nunca deixem morrer a sua arte, tenham muita paciência e planejamento, continuem sempre remando em direção ao seus sonhos. Nossa vida é única e não podemos passar essa existência com nossa luz apagada, cada um tem algo único a oferecer ao universo nesse grane quebra cabeça existencial.”

 

Gustavo Tait é um dos grandes nomes da nova geração do marketing nacional, além de empresário atua como consultor a grandes empresas que buscam a transição ao novo modelo de mercado.

@gustavotait

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta