Professora é demitida após dizer que estupro de menina ”não foi nenhuma violência”

A professora Eliana Nuci de Oliveira foi demitida nesta quinta-feira, 19/8, da rede pública estadual após minimizar o caso da menina de 10 anos estuprada pelo tio, no Espírito Santo. A criança recebeu autorização da Justiça para realizar o aborto, ocorrido em Recife sob protestos de extremistas.

No Facebook, Eliana escreveu comentários como: “Não foi nenhuma violência, ela já tinha vida sexual a (sic) 4 anos com este homem. Deve ter sido bem paga”. “Agora tirar a vida de um inocente é triste demais”, completou a docente, em referência ao procedimento de interrupção de gestação.

Preso em Minas Gerais, o tio disse, em depoimento, que mantinha relacionamento com a vítima. Entretanto, mesmo com consentimento, qualquer prática com menores de 14 anos é considerada estupro de vulnerável, de acordo com a lei brasileira.

Deixe uma resposta