Procuradoria dá parecer favorável para afastamento de Flordelis

Foto: Divulgação

A Procuradoria de Justiça deu parecer favorável para que a deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD) seja afastada de seu cargo enquanto durar a primeira fase de seu processo criminal em que é acusada de ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. 

Segundo a procuradora Maria Christina Pasquinelli Bacha de Almeida, ainda que o crime não tenha ligação com seu mandato como parlamentar, seu cargo poderia dar ensejo à ingerência na produção de provas afetando o processo. 

“Não se pode esquecer, por outro lado, que dada a função exercida pela recorrida, e considerando a rede de relacionamentos travados durante o cumprimento de seu mandato, tem ela meios e modos de acessar informações e sistemas, abrindo-se-lhe um leque de oportunidades para descobrir paradeiros, moradias e locais de trabalho de testemunhas arroladas no processo”, disse a procuradora.

Este parecer foi dado em dezembro, em um recurso no Tribunal de Justiça. O promotor Carlos Gustavo Coelho de Andrade recorreu ao TJ após a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, ter negado o afastamento da deputada.

A decisão agora ficará a cargo dos desembargadores da 2ª Câmara Criminal.

Deixe uma resposta