Presidente do Santos assina atestado de incompetência

(Foto: Lucas Musetti)

Nessa sexta-feira aconteceu algo inusitado no Santos. Ontem a equipe empatou contra o Sport por 1×1 na Ilha do Retiro. Esse resultado deixou o Peixe com dez pontos à menos do que o líder Corinthians no Campeonato Brasileiro.

Após o jogo, “torcedores” pincharam os muros do CT Rei Pelé cobrando a equipe. Zeca e Lucas Lima foram os mais cobrados. No Aeroporto de Congonhas, Zona Sul de São Paulo, no desembarque da delegação da equipe, um grupo de “torcedores” tentaram agredir os jogadores.

Completamente perdido, o presidente Modesto Roma decidiu demitir o técnico Levir Culpi. Os jogadores não aceitaram e com isso Roma voltou atrás e garantiu ele no cargo.

Modesto Roma vem cometendo erros à muito tempo. Uma delas foi a contratação do volante Leandro Donizete. Contrato de 3 anos, com salários altos para um jogador acima de 30 anos. Resultado: quase não sai do banco de reservas. Na Libertadores, o presidente disse que já estava providenciando passagens para os Emirados Árabes, local onde será disputado o Mundial de Clubes no fim do ano. O que aconteceu depois disso? Eliminação para o poderoso Barcelona do Equador. E para completar o circo, Modesto demite o técnico após forte pressão, e horas depois readmite. Incrível.

Segundo pessoas que acompanham os bastidores do clube, Modesto deve perder a eleição. Por isso ele está perdido, não sabe o que faz, e hoje após ele demitir o treinador e readmitir duas horas depois, mostra o amadorismo da presidência do Santos e o porque a equipe não ganhou nada nessa temporada.

Ah, só para deixar o registro. Não gosto do Levir Culpi, acho ele muito fraco, um técnico ultrapassado, que só sabe dar rachões, mas se eu fosse ele, deixaria o clube, e o Modesto que se vire para contornar a situação.

Deixe uma resposta