Presidente do Barcelona chama atitude de Arthur de inaceitável por ter deixado o clube

Foto: Divulgação

O pedido de rescisão com Barcelona feito por Arthur, negociado com a Juventus, deixou o presidente do clube espanhol, Josep Maria Bartomeu, bastante irritado. Em entrevista ao diário Sport publicada neste sábado, ele tratou o caso como “falta de respeito”.

– O que Arthur fez é falta de respeito por seus companheiros de equipe, porque o time quer ir bem na Liga dos Campeões. E também pelo clube. Não é lógico que, disputando um título tão importante, um jogador decida sair. É injustificável e totalmente incompreensível – disse.

A imprensa espanhola tratou o fato como um ato de rebeldia do brasileiro e indicou que a diretoria do Barcelona fosse estudar possíveis punições ao volante. O presidente afirmou que ninguém no clube deu permissão para que Arthur se ausentasse dos treinos na volta das férias após o Campeonato Espanhol.

– Ele não apareceu do retorno das mini-férias. É um ato inaceitável de indisciplina e é por isso que abrimos uma medida contra ele, porque não há argumento para justificar sua ausência. Ele ligou e disse: “Eu não voltarei, ficarei no Brasil”. A decisão é dele. Ninguém lhe deu permissão.

Sem Arthur, os jogadores do Barcelona voltaram aos treinos na última terça-feira, visando o jogo de volta contra o Napoli pela Liga dos Campeões. Na partida de ida, os times empataram por 1 a 1.

A pedido do brasileiro, seus advogados entraram em contato com Eric Abidal, secretário-técnico do Barcelona, e requisitaram a rescisão antecipada do contrato. Os cinco anos de vínculo com a Juventus do jogador valem a partir de setembro.

Deixe uma resposta