Por que Sabrina e Geraldo perdem audiência?

Foto: Divulgação Record
Foto: Divulgação Record

Já escrevi aqui, semana passada, que do jeito que a coisa caminha, Sabrina Sato e Geraldo Luiz perdem uma grande oportunidade de trazer de volta aos palcos os grandes shows populares da TV brasileira.

Sabrina tem talento mas o produto não está sendo bom em termos de TV popular.
Aliás o conteúdo do show de Sabrina não serviria sequer pra TV a cabo.

No caso de Geraldo Luiz o caso é bem parecido com o de Sabrina.

Tem tempo que as emissoras de TV passaram a comprar produtos de empresas estrangeiras que nada tem a ver com nossa TV e nosso povo.

Raros são os casos de programas comprados que jamais tinham sido feitos no Brasil.

Eu me lembro apenas de 2 produtos, BBB e CQC, que jamais tinham sido feito antes aqui.

O restante são produtos que as emissoras brasileiras já tinham realizado, mas pagaram caríssimos direitos a empresas estrangeiras pra ter o que já existiu e com sucesso.

A TV Record perde uma grande chance de recriar shows populares de verdade com plateia de verdade e tudo mais a que o povo teria direito.

Contratar estúdios em Paulínia pra gravar show da TV Record foi um erro inominável.

O certo nesta situação teria sido a TV Record alugar de uma vez o antigo Cine Ipiranga, no centro de São Paulo.

Aquele cinema está vazio e tem um espaço imenso em condições ideais pra um show.

O local está próximo de metrô, no centro da cidade, com uma visibilidade de local inigualável.

O aluguel é barato, a localizações excelente, bastaria a TV Record concentrar uma segurança a mais por apenas 2 quarteirões até o metrô pra que o povo tivesse segurança na saída do show e se teria uma plateia de verdade com interesse em aparecer no show.

No momento que a emissora cria um novo teatro de shows no centro da cidade, de imediato se cria um elo forte de intimidade entre a emissora e o povo da cidade que representa o povo que registra o ibope reconhecido pelas agências de propaganda.

Isto se chama estrutura de show e de captação de ibope.

Mas isto de nada adianta se o conteúdo dos shows de Sabrina e Geraldo continuarem os mesmos, sem base de atração e sem plataformas de sustentação.

Além do mais os dois apresentadores perderam o nível de desempenho que tiveram no primeiro programa.

Se o povo não tivesse necessidade de ter show comandado pelos dois, o primeiro programa de cada um não teria o excelente ibope que teve.

O ibope dos dois caiu bastante porque o conteúdo não atraiu o povo.

Não adianta fazer mais do mesmo se o mesmo não interessa ao povo.

Nisso tudo parece não existir conhecimento da história da TV e do que o povo realmente gosta de verdade pra que este povo tenha alimentadas suas necessidades de entretenimento.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta