Petraglia reclama da torcida após empate do Athletico

Foto: Divulgação

O presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, usou as redes sociais para desabafar contra as críticas da torcida após o empate com o Atlético-GO. O Furacão chegou a seis jogos de jejum e segue no Z-4 do Brasileirão.

Primeiro, o mandatário rubro-negro escreveu que a competência dele “está no limite” e lembrou do crescimento do clube, “de um time de bairro” para “campeão brasileiro duas vezes”. Petraglia referiu-se aos títulos do Brasileirão de 2001 e da Copa do Brasil de 2019.

Quando um torcedor pediu para que Petraglia devolvesse o clube, o presidente rebateu.

“Devolver? Com que direito vocês tem (sic) para exigir alguma coisa! (interrogação, na verdade). Nunca tivemos nosso estádio cheio, só em finais”, respondeu o mandatário rubro-negro.

“Torcida? O que, além de encher o saco, fizeram? Nada! Não me façam me arrepender pelo que fiz por esse time de bairro que, há 70 anos, treinava na praça na frente da belíssima Baixada”.

O Athletico manteve os valores das mensalidades para os sócios (de R$ 90 ou R$ 150) mesmo durante a pandemia de Covid-19, com jogos sem torcida.

O clube, inclusive, lançou a campanha #EuAjudei, onde os torcedores compravam camisas e poderiam personalizá-las com o slogan, segundo o ge.

O Athletico, agora, volta as atenções para a Libertadores. O Furacão enfrenta o Peñarol na terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no Campeón del Siglo, em Montevidéu.

O próximo desafio do Athletico pelo Brasileirão será contra o Grêmio, no próximo domingo, às 18h15, na Arena da Baixada.

Deixe uma resposta