Pesquisa indica aumento de 427% no desmatamento da Amazônia

(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)
(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

No sábado (27), o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), uma ONG de Belém, divulgou uma pesquisa não-oficial que indica o crescimento de 427% no desmatamento da Amazônia Legal.

O sistema usado pela Imazon, o SAD, detectou 195 km² de desmatamento da área. Em novembro de 2013, o índice era de 37 km² (aumento de 427% em um ano). No entanto, dessa vez, o monitoramento foi feito em 67% do local, enquanto no ano passado, a pesquisa cobriu 42% do local.

O Pará foi o Estado mais devastador, representando 70% do desmatamento. Em seguida, vêm o Mato Grosso (18%). Os lugares com menor ocorrência são: Roraima (5%), Amazonas (4%), Amapá (1%), Rondônia (1%) e Acre (1%).

Deixe uma resposta