Pazuello pede demissão do Ministério da Saúde

Foto: Carolina Antunes/PR

O aumento no número de casos e mortes por covid-19 levou à queda de mais um ministro da Saúde. Dessa vez foi Eduardo Pazuello, que alegou problemas de saúde, segundo O Globo. Desde o início da pandemia, este é o quarto ministro que deixa o cargo.

O pedido de afastamento coincide com o auge da pressão de deputados do Centrão, que pleiteiam mudança no comando da Pasta por considerarem que há má gestão durante a pandemia.

As críticas do ex-presidente Lula à condução da pandemia pressionaram Bolsonaro a buscar ações mais duras no combate à pandemia.

No mesmo dia após a fala de Lula, Bolsonaro apareceu em um pronunciamento usando máscara e com declarações em defesa da vacina. O general Eduardo Pazuello, que já vinha sofrendo críticas por parte de uma ala militar, não resistiu ao avanço da pandemia.

Bolsonaro já entrou em contato com dois médicos cardiologistas cotados para substituir Pazuello: Ludhmilla Abrahão Hajjar, professora associada da USP, e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Deixe uma resposta