Pazuello não comprou vacina da Pfizer com 94% de eficácia

Foto: Divulgação

A principal seguradora de saúde de Israel afirmou no domingo (14) que a vacina contra COVID-19 da Pfizer/BioNtech foi 94% eficaz. Um estudo foi realizado com mais de um milhão de pessoas vacinadas.

No Brasil, o imunizante foi negado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e ironizado pelo Jair Bolsonaro.

“Houve uma redução de 94% na taxa de infecção sintomática e uma queda de 92% na taxa de doença grave, em comparação com 600 mil semelhantes que não foram vacinados.”

A eficácia da vacina é mantida em todas as categorias de idade, incluindo aquelas com mais de 70 anos.

Deixe uma resposta