Em queda, “Pânico” exagera no humor e busca apelação

O “Pânico” já foi bom, lá no começo em tempos de Rede TV!, o programa era deveras engraçado. O problema da “trupe do humor” foi não saber continuar fazendo as pessoas rirem sem buscar a apelação. 

Uma vez  o programa exibiu a vingança de Guilherme Santana sobre Eduardo Sterblitch, após esse último ter feito Guilherme comer sal e pimenta puros e pintado o cabelo do colega. Guilherme fez o mesmo com Eduardo e raspou as sobrancelhas do rapaz, e não entende-se o porquê de tudo isso. A audiência do humorístico não se fez maior pelo fato, mas as consequências da brincadeira sem graça são maiores, a sobrancelha não vai crescer tão cedo, isso é, se crescer…

@LucasCanosa

Mande seu e-mail para Lucas Canosa : lucascanosa@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta