Palmeiras diz que Scarpa e mais três funcionários testaram positivo para a Covid-19

Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O Palmeiras registrou quatro casos de pessoas que testaram positivo para a Covid-19 pela segunda vez. O meia Gustavo Scarpa e o coordenador científico Daniel Gonçalves estão entre elas – as outras duas não trabalham no futebol.

Gustavo Scarpa e Daniel Gonçalves testaram positivo em julho, mas tiveram manifestações leves da doença, como se fosse uma gripe. Agora, conviveram com sintomas mais pesados, como febre e falta de ar.

– Reparamos no Palmeiras a carga viral que fez com que eles ficassem doentes. Na primeira vez, foram cargas virais mais baixas e sintomas muito leves, tanto que em 12 dias eles estavam de volta ao trabalho muito tranquilamente. Desta vez, ambos manifestaram carga viral mais elevada, e os sintomas também – disse o coordenador médico do Palmeiras, Gustavo Magliocca, ao ge.

– O Palmeiras observa atentamente os casos dessas quatro pessoas, entendendo que estamos diante de quatro casos positivos pela segunda vez, e que isso não quer dizer que sejam reinfecções, mas o fato é que essas quatro pessoas testaram positivo duas vezes e isso nos deixa atentos. Estamos monitorando o que dizem as entidades de saúde, e apoiando atletas e funcionários neste momento – explicou.

O Palmeiras não considera como casos graves, já que eles não tiveram de ser hospitalizados, mas há um monitoramento. Todos ainda passarão por baterias de exames cardiológicos e de tomografia nos próximos dias.

– Existe uma pandemia mundial, que não é causada por um único vírus. Você não tem uma vez e se livrou do problema. Existem duas, três, quatro formas da doença circulando entre nós, e ainda não temos cura. Temos de respeitar melhor – afirmou Magliocca.

Deixe uma resposta