Palmeiras desiste do Brasileirão e foca na Copa do Brasil

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Palmeiras está à três rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro. Com isso, o time de Marcelo Oliveira tem 16 pontos a menos que o Corinthians, líder do torneio. Diante da grande vantagem do rival, o técnico Marcelo Oliveira pensa na possibilidade de conquistar a Copa do Brasil, já que a equipe está nas quartas de final.

“A distância é muito grande. Acho que é irrecuperável em relação ao título”, reconheceu o técnico. “Mas lamentaria muito se o Palmeiras não fosse campeão da Copa do Brasil ou pelo menos ficasse entre os quatro do Brasileiro”, completou.

Com 51 pontos ganhos, o Corinthians lidera o Brasileirão, seguido por Atlético-MG (48), Grêmio (45) e Flamengo (38). O Palmeiras contabiliza 35 pontos e ocupa a oitava colocação.

“Com o tempo que tenho de futebol, sei que não dá para cravar nada. Já vi de tudo: times arrancarem do último lugar para o G-4 e equipes que estavam nas primeiras colocações caírem. Penso que Atlético-MG e Corinthians vão brigar pelo título. Daí para baixo, está bem aberto. Há duas vagas a serem disputadas na Libertadores”, disse.

O treinador admite que ainda não conseguiu consolidar uma equipe, para a briga pelo título brasileiro.

“Atlético-MG e Corinthians, como têm uma base dos anos anteriores, jogam de forma muito mais natural e tranquila, enquanto o Palmeiras oscila na produção em função das mudanças constantes para achar o melhor time. Nessa época do ano, já deveríamos ter uma equipe formada”, admitiu.

Na próxima rodada o Palmeiras enfrenta o Figueirense, no Allianz Parque. No próximo dia 23 de setembro, no Beira-Rio, o time alviverde encara o Internacional pelas quartas de final da Copa do Brasil.

“A expectativa do torcedor é igual a nossa. Às vezes, o que difere é que o torcedor vai com toda a paixão, só pensando nos títulos. Tem todo o direito e está certo. Nós precisamos analisar outros aspectos, mas pensando também em coisas maiores, de ficar entre os quatro primeiros e disputar títulos”, disse o treinador.

Deixe uma resposta