Palacio ofusca Messi e Argentina vence teste para Copa

mascherano_reu
(Foto: Reuters)

Não foi preciso muito. Em ritmo de treino, a Argentina recebeu Trinidad e Tobago em Buenos Aires e fez sua obrigação: venceu com placar elástico e tranquilidade. E olha que ainda teve um festival de chances perdidas. Sem duas de suas principais peças ofensivas, mas com as principais – Messi e Di María -, os argentinos fizeram 3 a 0 em um Monumental de Nuñez lotado e, até certo ponto, calado na fria noite de quarta-feira em Buenos Aires. Sem forçar muito a barra diante de um adversário infinitamente mais fraco, Palacio, Mascherano e Maxi Rodriguez construíram o placar na última partida na capital antes da Copa do Mundo.

Com lesões leves, Garay, Zabaleta e Agüero foram poupados por Alejandro Sabella, enquanto Higuaín foi vetado com uma gripe horas antes do duelo. Messi, não. Fominha, o craque do time não só esteve em campo, como jogou os 90 minutos em um time onde todos os jogadores de linha à disposição foram testados. Mais recuado do que está acostumado a jogar no Barcelona, arrancou, tabelou, deu belos passes, mas desperdiçou oportunidades que não está acostumado a  perder. Mostrou que quer jogo, mostrou estar bem fisicamente, só que faltou o gol. E ele acabou ofuscado no gramado por Palacio, o melhor do jogo, autor do primeiro gol e a assistência para o último. Nada, porém, que impedisse Messi de ser o mais ovacionado e procurado pelos flashes do público que esteve no estádio do River Plate.

Se não joga mais em Buenos Aires, a Argentina ainda terá outro teste antes de seguir para o Brasil. Sábado, às 15h45 (de Brasília), recebe a Eslovênia, no Estádio Cidade de La Plata. Será o jogo da festa, do adeus rumo ao Mundial. Será o sétimo desde a última conquista, em 86, ainda com Maradona. Cabeça de chave do Grupo F, os argentinos ficarão hospedados em Belo Horizonte, e terão pela frente Bósnia, Irã e Nigéria na primeira fase.

Deixe uma resposta