Pais do deputado Cléber Verde são assassinados no Maranhão

Foto: Divulgação

Os pais do deputado federal Cléber Verde (Republicanos-MA) foram brutalmente assassinados na terça-feira, 14, no município de Turiaçu, 154 km da capital maranhense. Maria das Graças Cordeiro Mendes foi morta com golpes de faca e pauladas. Já o pai do parlamentar, Jesuíno Cordeiro Mendes, foi alvejado com um tiro no tórax e golpeado por uma faca.

A principal suspeita da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão é de que o casal de idosos, ambos de 70 anos, foi vítima de crime de latrocínio, já que da casa foram retirados uma arma de fogo e um celular.

Maria das Graças foi morta dentro de casa e Jesuíno só foi encontrado na madrugada desta quarta-feira, 15. Na hora do crime, ele estava fazendo um trabalho na cerca da propriedade.

A Polícia Militar fez um cerco na região e, em confronto com os suspeitos, acabou matando um homem identificado por Fábio da Conceição Andrade, conhecido por Fabinho. Ele é apontado como chefe de um bando e membro de uma facção criminosa que pratica assaltos e tráfico de drogas na região. Junto com Fabinho estavam dois adolescentes, porém sem vínculo com o crime.

Segundo o secretário Jefferson Portela, o assassinato foi praticado por Fabinho e mais dois homens e mulheres que estão foragidos. No entanto, Portela garantiu que grupamentos especiais estão em “perseguição continuada” aos supostos criminosos.

Em nota, a assessoria do deputado federal Cléber Verde afirmou que “é difícil encontrar palavras que traduzam a tristeza e a indignação que todos nós, amigos da família Cordeiro Mendes, estamos sentindo neste momento. Dona Maria Graça Cordeiro Mendes e Sr. Jesuíno Cordeiro Mendes eram pessoas de bem, que lutaram muito para criar seus filhos com dignidade, fé e resiliência”.

“Eles não mereciam receber tamanha violência, quando tudo o que propagavam era paz, generosidade e amor ao próximo. O assassinato brutal e covarde de dois idosos indefesos é algo que causa revolta e não pode ficar impune. Consternados e solidários, unimo-nos em oração para que Deus coloque sua mão misericordiosa e de amor para amenizar a dor dessa perda irreparável”, continuou o texto.

Deixe uma resposta