• Home »
  • Cultura »
  • Os diversos passos para uma escola de samba se consagrar na avenida

Os diversos passos para uma escola de samba se consagrar na avenida

samba e fantasia 3

O que é o carnaval? Para muitos, somente o que é mostrado na telinha da Rede Globo durante os quatro dias de desfiles do Rio de Janeiro e de São Paulo, mas a festa vai muito além disso. Na quarta- feira de cinzas, as escolas já começam a planejar o desfile do ano seguinte.

A escolha do enredo é o primeiro passo, que aliás deve ser muito bem pensado, pois uma escolha mal feita pode trazer prejuízos em vários quesitos durante o julgamento da apresentação.

Muito se discute também sobre o tipo de enredo que a escola deve levar para a avenida, muitos saudosistas são contra tema patrocinado. Alguns preferem enredo afro, outros, as homenagens e, alguns, defendem as chamadas histórias “CEP”. Um bom exemplo foi quando a Escola de samba Vai-Vai escolheu como tema Elis Regina, considerado pela maioria dos sambistas o melhor de 2015.

Foto: R7

Maria Rita em desfile da Vai-Vai/ Foto: R7

Após essa etapa, cabe aos carnavalescos a elaboração da sinopse do enredo para ser entregue aos compositores, os protótipos das fantasias e os desenhos dos carros alegóricos, para depois partir para execução dos mesmos.

Entregue a sinopse aos compositores, cabe às parcerias desenvolverem o samba que concorrerão num concurso. Esse concurso é chamado de eliminatórias de sambas que começam com audição do CD, ou seja, os compositores investem gravando seu samba em estúdio, com intérpretes oficiais e ainda gastam com as apresentações.

Samba escolhido. Agora, chega o momento dos ensaios gerais para treinar a harmonia, a evolução, bateria e time de canto. Ao mesmo tempo, os ateliês das escolas seguem acelerados para que tudo esteja pronto na pior das hipóteses no dia do desfile.

Nos meses de dezembro e Janeiro, iniciam-se os ensaios técnicos no sambódromo, onde as escolas fazem um espetáculo, porém sempre com objetivo maior de acertar os detalhes e corrigir falhas para o desfile oficial. Também é nessa época que os carnavalescos elaboram as pastas para entregar à LIGA, mostrando tudo que será mostrado na avenida, e, com base nelas, os jurados podem tirar pontos por falhas em fantasias e alegorias, por exemplo.

Enfim , o desfile de escola de samba, é apenas o produto final de um trabalho executado por todas agremiações durante o ano todo. Um trabalho que se resume em pouco mais de uma hora de adrenalina pura, emoção, nervosismo, de amor ao pavilhão, e isso não é perceptível na telinha, e sim na avenida, onde acontecem os maiores espetáculos da terra. Na quarta-feira de cinzas começa tudo novamente…

“Samba & Fantasia”, toda sexta-feira, às 20h, no BDI.

Mande seu e-mail para o colunista : marciomendes@bastidoresdainformacao.com.br