Opinião: o vexame da Globo ao editar o vídeo do ministro Weintraub

Foi descaradamente mal intencionada a edição do Fantástico na fala do ministro Weintraub a respeito do povo brasileiro. Ali, ele fazia um discurso de união, dizendo que odiava o termo “povos indígenas”, pois só há um povo, o brasileiro. Em pânico e sem assunto, já que Bolsonaro saiu fortalecido da divulgação da reunião, a Globo decidiu editar vergonhosamente o discurso.

Após a chamada do repórter, aparece um contexto como se o ministro odiasse a cultura e o povo indígena. O que a Globo fez é o fim do jornalismo e a mais completa manipulação do seu espectador. Um escárnio.

Bolsonaro deveria fazer um pronunciamento no horário do Jornal Nacional mostrando a forma como a Globo colocou e o vídeo real, dentro do contexto, seguido de um discurso desmascarando esse desserviço prestado pela emissora, que quer, a todo custo, novamente um presidente que bata continência e patrocine até campeonato de botão que ela faça.

Deixe uma resposta