Opinião: imprensa não deixa ninguém trabalhar

É nítido a perseguição da imprensa contra o governo de Jair. Por mais que a equipe seja bem atrapalhada e é mesmo, tudo se transforma em tempestade. O erro do ministro da Educação ao inscrever impressionante com C, embora inadmissível para o cargo que ocupa, virou uma febre na mídia e, consequentemente, com os internautas.

Agora, o presidente publicou uma foto em um tom irônico e brincalhão escancarando o sorriso de uma criança durante visita em Santos e tem site já falando bobagem. O jornalismo se perde com o tempo e com a tecnologia. Mas, o que mais acaba com a profissão é a perseguição sem fundamentos em prol de um viés político.

Deixe uma resposta