Opinião: Ao admitir a possibilidade de reeleição em SP, Dória confirma que não teria chances de ser presidente em 2022

Foto: Divulgação

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), admitiu pela primeira vez que poderá tentar a reeleição ao governo do estado nas eleições de 2022.

“Diante deste novo quadro da política brasileira, nada deve ser descartado”, disse Dória ao Estadão.

Dória sempre foi citado como um nome certo na disputa à presidência, porém, devido a mudança do cenário politico, seu plano está mais difícil de ser executada.

Nessa semana, o ex-presidente Lula recuperou seus direitos políticos após Fachin anular as condenações da Lava Jato. Com isso, a chance da disputa ser entre o petista e Bolsonaro só aumenta. 

Com esse cenário, Dória sabe que dificilmente teria chances de vencer os dois. Uma terceira via é citada, mas cá entre nós, é quase impossível ter uma revira volta e a disputa será novamente entre Bolsonaro x PT.

Entretanto, mesmo Dória tentando a reeleição ao governo do estado, ele também encontrará dificuldades. Em 2018 ele foi eleito graças aos bolsonaristas, que por sua vez, não votarão no tucano em 2022, já que o governador é um dos rivais de Bolsonaro. Não tendo esses votos, a disputa ficará ainda mais acirrada. 

Quem está de olho nisso, por exemplo, é Márcio França do PSB, seu adversário no segundo turno em 2018. Ele não apoia o PT e também não é contra o Bolsonaro e com isso poderia ter os votos dos bolsonaristas. O que pode mudar é caso Bolsonaro escolha alguém para representa-lo em São Paulo, como foi com Celso Russomanno nas eleições do ano passado. Com isso, o jogo muda novamente.

Deixe uma resposta