Opinião: antes voltar atrás do que fazer bobagem

Foto: Reprodução

Jair tirou do decreto o artigo que liberaria a empresa para dispensar o funcionária quatro meses sem salário. Voltou atrás e fez bem feito.

Seria um erro terrível deixar o trabalhador em casa sem receber. O empregado não tem culpa da triste situação da doença e precisa continuar pagando as contas. O grande empreendedor tem dinheiro em caixa para fazer os pagamentos e, mais cedo ou mais tarde, vai se recuperar.

O grande problema é saber como ajudar o pequeno empreendedor, aquele que, em dois dias sem abrir seu comércio, corre risco de quebrar. Esse precisa ser ajudado urgentemente pela administração federal e Bolsonaro precisa abrir o olho. São milhões de empregos formais, informais, autônomos e MEIs desesperados por uma atenção.

Quanto ao que diz a oposição, Jair não deve se preocupar. Se ele erra, falam. Se volta atrás, falam. Se ele acertar, não falam. A hora é de pensar no Brasil!

Deixe uma resposta