Opinião: a falta de vergonha de Corinthians e Flamengo

Foto: Divulgação

A atitude do Corinthians de reduzir 25% do salário dos atletas e 70% do funcionário comum, que envolve braçais e administrativos, durante a pandemia, é de uma vergonha sem tamanho. Mas, teve pior: O Flamengo. O clube da Gávea mandou 62 colaboradores embora e poupou os milionários atletas, mais caros da América.

O presidente do Flamengo quer renovar com Jesus e agradar seu caro elenco, que conquistou tudo e merece aplausos. Mas, qual a folha salarial mais cara? Dos atletas ou dos funcionários comuns? Que economia é essa? Falta adjetivos pra classificar. Este é o mesmo clube que briga com as famílias dos meninos mortos no próprio CT do Ninho do Urubu pelas indenizações.

O Palmeiras, na contramão, manteve o subsídio dos funcionários e cortou em 25% o alto pagamento de seus jogadores. Suspendeu alguns contratos mantendo ajuda, multa, cesta básica e plano de saúde. Não merece parabéns, era o mínimo e o correto. Infelizmente, tem dirigente que não pensa. Não esqueceremos.

Deixe uma resposta