• Home »
  • Destaque »
  • ONG afirma que Estado Islâmico matou quase 2 mil pessoas em seis meses

ONG afirma que Estado Islâmico matou quase 2 mil pessoas em seis meses

Imagem de um vídeo de execução divulgado pelos terroristas

Imagem de um vídeo de execução divulgado pelos terroristas

Segundo uma organização de monitoramento síria baseada na Grã-Bretanha, o grupo Militante Estado Islâmico provocou 1.878 mortes na Síria nos últimos seis meses. Grande maioria são civis.

O grupo matou ainda 120 dos seus próprios membros, a maior parte deles eram combatentes estrangeiros que tentavam voltar para casa, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Desde quando tomou vastas partes do Iraque e da Síria, o EI tem lutado contra os governos de ambos os países, outros insurgentes e forças curdas.

Em entrevista à agência Reuters, Rami Abdulrahman, chefe do grupo de monitoramento da Síria, disse que o Estado Islâmico matou 1.175 civis, incluindo oito mulheres e quatro crianças. Afirmou ainda que 930 dos civis eram membros da Sheitaat, uma tribo muçulmana sunita do leste da Síria, que lutou contra o Estado Islâmico pelo controle de dois campos de petróleo em agosto.