O Vildomar Batista que precisa se reencontrar

Foto: Divulgação / TV Record
Foto: Divulgação / TV Record

Estava vendo a TV Record e seus dois programas femininos, o da manhã e o da tarde.

E vi que todos os apresentadores que estão ali até hoje foram desenvolvidos por Vildomar Batista.

Então me pergunto onde foi que os programas que eram bons de manhã passaram a ter desempenho pior.

E o programa da tarde acabou ficando lastreado em Celso Russomano que ao voltar ao ar depois de sua vitoria na eleição elevou o ibope do programa da tarde.

Tanto o programa da manhã quanto o da tarde foram criados por Vildomar Batista.

Não se pode negar a ele a qualidade de criador e desenvolvimento de programas no passado.

Uma pessoa que faz tudo que Vildomar Batista já fez não pode deixar de ter as qualidades anteriores mesmo que o desempenho atual nem seja mais o mesmo.

Este desempenho que foi muito bom de Vildomar no passado se perdeu no tempo por falta de comando maior da TV Record que entendesse de tv e de gente que trabalha em tv.

Fosse na TV Globo de Boni e o Boni teria chamado Vildomar Batista pra ter uma conversa e lado a lado, igual Boni fez com muito diretor e autor de novela da TV Globo, pra que os dois pudessem descobrir onde estavam errando e fazer o caminho certo.

Isto Boni fez com muito diretor e autor na TV Globo, embora muitos tenham esquecido.

Mas na TV Record infelizmente não tem ninguém que entenda de emissora no comando e isto faz a diferença entre ter um diretor que é bom mas não está no melhor desempenho no momento e nem tem com quem conversar ou um diretor que é bom mas precisa de ter alguém com quem conversar pra achar de novo aquele talento que está escondido em algum lugar.

Disputas dentro da TV Record entre programas jamais levam a nada a não ser perder ibope pra outra emissora.

Vejam que no jornalismo isto não acontece porque o comandante o jornalismo Douglas Tavolaro conhece do ramo depois de ter batalhado muito pra conquistar sua posição.

E se alguém estiver no jornalismo um pouco fora do que tem que ser o Douglas vai saber conversar com a pessoa e lado a lado achar de novo o talento da pessoa.

Se Vildomar já foi um excelente diretor de programas ele não deixou de ser mas apenas passa por uma fase longa de menor desenvolvimento por falta de alguém com quem dialogar lá dentro.

Talvez o novo superintendente de artístico Paulo Franco seja esta pessoa, nem sei, pois na verdade, mesmo sendo apadrinhado por Justus, a gente tem que saber até onde Paulo Franco pode ou não pode ir pra melhorar o desempenho da TV Record e de seu diretor de programas Vildomar Batista.

Errar todos nós erramos e Vildomar surfou na casca de banana do sucesso no passado achando que sucesso é infinito.

Mas acho que o tempo pode ter feito Vildomar entender muita coisa que entende hoje e pode voltar a ser o grande Vildomar que foi no passado.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta