O Universo de James Wan, o Diretor de Sobrenatural, Velozes e Furiosos e Invocação do Mal

Aos 38 anos, James Wan é um dos mais jovens diretores de cinema da atualidade. O seu currículo é composto por diversos sucessos de público e crítica como: Jogos Mortais, Sobrenatural e Invocação do Mal.

LOGO

James Wan estreou na comando de Jogos Mortais. Trata-se de uma produção independente  baseada em um próprio curta dirigido por James em 2003, que logo chamou a atenção quando foi apresentado no festival Sundance de Cinema, em 2004. Foi rodado em 18 dias, fez mais de 100 milhões de dólares nas bilheterias e teve um orçamento de pouco mais de US$  1 milhão. 4603901-untitled-1

O filme reinventou o gênero e trouxe prestígio à carreira de Wan.

Se você conhece a assustadora Annabelle, saiba que ela não foi o primeiro boneco encapetado que apareceu nos filmes do diretor. Em 2007, um boneco de madeira estreava como a peça do terror em Gritos Mortais, que não teve boa recepção do público e da crítica. Três anos depois, James volta ao topo com “Sobrenatural” trazendo um enredo que fala do submundo e com uma trilha sonora de dar arrepios, conquistando uma parcela cativa de fãs. Contudo, foi em 2013 que James colocou a cereja sobre seu bolo com Invocação do Mal, um dos filmes de terror mais aclamados dos últimos anos. Baseado em um fato, o longa conta a história de uma família atormentada por uma entidade demoníaca na década de 70. Para isso, o casal paranormal Ed e Lorraine Warren decidem ajudar a família a se livrar das forças do mal.

Com 318 milhões de dólares arrecadados mundialmente, se tornou o terceiro filme do gênero terror/suspense mais visto, atrás apenas de O Sexto Sentido e O Exorcista.

Os elogios da crítica e do público fizeram com que a boneca Annabelle ganhasse um filme solo contando sua origem. James também não manda bem apenas no terror, foi ele quem dirigiu Velozes e Furiosos 7, uma das maiores bilheterias da história.

Era dúvida a presença dele em Invocação do Mal 2, pois alegou que queria mudar de gênero e estava muito feliz dirigindo Velozes e Furiosos, mas os executivos resolveram adiar o filme para ter Wan na direção e seguir os planos que já estavam previstos: fazer uma nova franquia.

James-Wan-The-Conjuring-set-photo

O Universo de Wan

Wan é cheio de referências em seus filmes. O último a ser lançado, Sobrenatural – A Origem (que ele está como produtor) temos um cachorro chamado Warren – dizem que os cachorros possuem um dom para ver e sentir presenças de espíritos, e foi assim, fazendo uma homenagem ao casal Warren, de Invocação do Mal, que batizou o cachorro, que também aparece numa cena do filme, e uma das personagens utilizou um penteado parecido com o seu na época das filmagens de Invocação, com mechas rosas, sem contar os traços orientais da atriz que reforçam uma espécie de “referência”.

E nos primeiros filmes de Sobrenatural, conhecemos a mãe do protagonista, chamada Lorraine, mais uma menção ao casal paranormal. Wan é um diretor versátil, como vimos, e recentemente ele foi escalado para dirigir o filme do super-herói Aquaman, da DC Comics, vamos ver como James irá se sair dirigindo um novo gênero em sua carreira.

1256501_625101994206563_153788310_n tumblr_mq7x7w9Qjq1r2cg12o1_500

“Cinemix”, toda quinta-feira, às 20h, no BDI.

Mande seu e-mail para Guilherme Alves : guilhermealves@bastidoresdainformacao.com.br