O péssimo transporte público do Litoral paulista

Ônibus constantemente lotados no Guarujá / Foto: Tribuna Online -  linkguaruja

Ônibus constantemente lotados no Guarujá / Foto: Tribuna Online – linkguaruja

Lamentável ainda não define a situação caótica do transporte público do Litoral Sul do Estado de São Paulo. Ônibus menores do que deveriam ser, falta de cobradores, que deixam os motoristas sobrecarregados e caminhos longos são apenas alguns dos problemas que a população enfrenta.

Na Praia Grande, por exemplo, para locomover-se em uma distância de aproximadamente 6 ou 7 quilômetros, da Rodoviária até o Ocian, leva-se, em média uma hora dentro de um micro ônibus lotado, que anda muito mais do que deveria para seguir até o destino, o que irrita os passageiros, que são obrigados a percorrer toda a cidade para chegar em um local tão próximo de onde estavam. Para chegar no Jardim Imperador, sem o meu carro e bem triste, sabendo que não achei uma condução sequer, agradeci pelo dinheiro que tinha para o táxi. Caro, por sinal.

Esta medida também é adotada no Guarujá, exatamente a 50 km da Praia Grande. Lá também economiza-se linhas, ou seja, um ônibus circular percorre toda a extensão municipal. Lotado. Contudo, com problemas mais graves, como as péssimas condições dos veículos e a demora entre uma condução e outra, que pode chegar a uma hora.

Outro ponto em comum entre as duas belas cidades, que não merecem o atual tratamento, é a falta de segurança. Ainda no ônibus na Praia Grande, um rapaz avisou: “Cuidado com esse relógio”. Próximo à praia de Pernambuco, no Guarujá, a conversa foi outra: “Fica esperto com essa mochila, senão a roubam”, disse uma solidária senhora enquanto eu pagava a passagem. Incrivelmente, passei pela mesma situação em Cubatão, com um celular, que nem é do último modelo.

E onde fica a polícia? Vi poucas! Às vezes, a impressão para o turista é a de “salve-se quem puder” ou a tradicional “cada um por sim, e Deus por todos”. Deviam saber os representantes dos governos locais, o ditado mais básico de todos “A primeira impressão é a que fica”.

@LucasCanosa

Mande seu e-mail para Lucas Canosa : lucascanosa@bastidoresdainformacao.com.br