O outro lado do diretor da Record

marcelo silva record

Eu já critiquei bastante o vice-presidente artístico da TV Record em algumas oportunidades em que mostrei que as linhas de show estavam totalmente equivocadas.

Mas agora tenho que dar um louvor a ele.

Quando foi decidido tirar do ar o Programa da Tarde e colocar duas novelas no lugar, Marcelo Silva fez uma reunião com seu comitê artístico e colocou em votação qual novela viria antes e qual depois.

Marcelo era por colocar Dona Xepa antes e Prova de Amor depois.

Mas seu comitê queria o contrário.

Marcelo preferiu não fazer valer sua ideia e valeu a ideia do comitê.

E deu errado.

Prova de Amor é sucesso e deveria ser a novela que entregasse Ibope ao Marcelo Rezende.

Vou dizer uma coisa aqui por mais que o pessoal do comitê da TV Record possa me odiar pelo que vou contar.

Primeiro digo que um camelo é um cavalo desenhado por um comitê.

Na história da tv jamais existiu comitê artístico que criasse algo.

Na maior parte das vezes o comitê existe pra vetar.

Aliás vetar é uma maneira de não se comprometer.

Comitê artístico foi feito pra ser consultivo e não deliberativo.

E não foi feito pra se reunir.

Cada um deve ter sua ideia acolhida uma a uma e não em grupo.

No grupo as cabeças não falam o que acham de verdade.

Boni, nos grandes tempos da TV Globo, ao lado de Walter Clark, tinham um comitê informal.

Não se reuniam em determinado dia e hora.

Começavam se reunindo igual amigos que eram entre si, sem que ninguém precisasse mostrar ao outro que sabia, e começavam as onze da manhã na sala de Walter Clark, alguns tomando café com biscoito e muitos tomando uísque mesmo.

Era uma conversa a vontade onde Walter Clark discretamente pegava a opinião de cada um, detalhe daqui e dali.

Depois Walter se reunia só ele e Boni e comentavam o que ouviram e definiam as metas.

Hoje quando o comitê da TV Globo se reúne já se sabe o que vai acontecer porque as decisões foram decididas antes.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta