O motivo do apoio da Globo ao Regime Militar

Roberto Marinho e as “relações de poder”. Com os ex-presidentes Costa e Silva e Figueiredo, e o ex-governador baiano Antônio Carlos Magalhães. / Foto: Reprodução

Roberto Marinho e as “relações de poder”. Com os ex-presidentes Costa e Silva e Figueiredo, e o ex-governador baiano Antônio Carlos Magalhães. / Foto: Reprodução

Quando dizem que a TV Globo apoiou o Regime Militar existe um equívoco de palavra.

A TV Globo foi criada pelo Regime Militar.

Não era uma rede que já existisse igual TV Tupi ou Excelsior.

Foi uma criação do Regime Militar sob medida.

Quando Boni e Clark foram contratados pelo Roberto Marinho pra dirigir a emissora, já encontraram ali dois coronéis e um americano que já tinham organizado a estrutura da rede e a que ela se destinaria.

Os coronéis não vou citar os nomes mas o americano era sabido que era Joe Walash, representante de um grupo americano que tinha como fundamento colocar o dinheiro necessário pra criar a rede e desenvolver da melhor maneira possível.

Roberto Marinho não tinha dinheiro dele pra criar o que foi criado.

Tanto que nos momentos em que as entradas de dinheiro passaram a ser escandalosas e tiveram que dar um tempo, foi Silvio Santos que emprestou dinheiro ao Roberto Marinho pra pagar folha de pagamento.

Silvio comprava o horário de domingo e tinha mais dinheiro que Roberto Marinho.

Emprestou dinheiro que foi pago com horário.

O triste da história de Silvio foi que quando terminou seu contrato de compra de horário, Roberto Marinho não o defendeu da sanha de Boni e Clark que queriam tirar Silvio da programação de todo jeito.

Enfim, quando a família Marinho recentemente declarou que se arrependia de ter apoiado o Regime Militar, demonstrou ignorância dos fatos.

Os filhos de Roberto Marinho jamais seriam milionários se não fosse o Regime Militar.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br