O mistério que cerca o programa de Luiz Bacci

Foto: Reprodução da internet
Foto: Reprodução da internet

Eu tinha me decidido por não comentar mais sobre o programa Tá na Tela, apresentado por Luiz Bacci, na TV Band, que vai sair do ar no fim do mês agora.

Mas então eu estava vendo o ibope de sexta, dia de baixo ibope de todo mundo, véspera de Natal em que as pessoas saem pra fazer compras e pouco estão em casa à tarde e vi que na sexta o Tá na Tela foi o segundo maior ibope da emissora.

Deu mais ibope que o Jornal da Band.

Tem alguma coisa errada nesta história que contaram de que o programa ia sair do ar porque não era bom e que iriam fazer economia de produção.

Economizar tirando do ar o segundo ibope da emissora é coisa que não tem cabimento.

Não discuto se o programa é bom ou é porcaria, se o apresentador é bom ou não, se tem escândalo e sensacionalismo ou não, se tem baixaria ou não.

Ninguém na tv, em todas as emissoras, pode vir aqui dar uma de moralista e falar em sensacionalismo ou baixaria.

A TV Globo cresceu com Dercy Gonçalves fazendo mundo cão na tv, com Raul Lontras fazendo mundo cão na tv, com Chacrinha jogando bacalhau na plateia.

E mais recentemente eu vi na TV Globo um programa sobre sexo em que colocaram vários homens nus deitados no palco e a apresentadora ficou pisando nos pênis dos homens deitados.

Então ninguém em nenhuma tv pode criticar ou falar contra qualquer tipo de apelação de programa porque todos já fizeram tudo.

Então tem alguma coisa bem estranha que aconteceu pra tirarem do ar o programa Tá na Tela com Luiz Bacci que é o segundo lugar de ibope da emissora.

Eu nem vou escrever aqui que Datena tinha ciúmes de Bacci porque todo mundo em bastidores das emissoras sabia disto.

Datena não suportou Bacci fazendo programa antes dele, com mais variedade, com mais competência.

Datena foi sim falar com o dono da TV Band, Johnny Saad, muito amigo de Datena, e falou um monte de coisas.

E logo depois disto o dono da TV Band, Johnny Saad, decidiu tirar o programa do ar.

Eu sei que os nossos amigos são nossos amigos e amigos não tem defeito até a página 2.

Se um amigo meu quer que eu faça algo que vai me prejudicar, deixa de ser meu amigo.

Mas parece que a amizade entre Datena e o dono da TV Band é coisa de irmãos e neste caso o dono da TV Band deve ter se sensibilizado com algo e decidiu tirar o concorrente de Datena do ar.

Acreditem que Datena pensava em Bacci sendo seu concorrente e não em sendo um programa aliado de ibope que entregava muito bem o ibope pra Datena tocar em frente.

Quando as vaidades entre pessoas entram no jogo da TV e o dono da emissora nem percebe o ibope acaba sendo afetado e a emissora perde competitividade.

Quanto ao Bacci, jovem e inexperiente, embora tenha quase 20 anos de carreira, deve ter aprendido, se é que aprendeu, que quando a gente pensa que é o máximo na tv acaba sendo tratado como sendo o mínimo.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta