O maior dos absurdos na Coréia do Norte

O ministro da Defesa da coreia do Norte, Hyon Yong Chol. (Foto: Sergei Karpukhin / Reuters)
O ministro da Defesa da coreia do Norte, Hyon Yong Chol. (Foto: Sergei Karpukhin / Reuters)

O ditador assassino da Coréia do Norte, cujo nome nem precisa ser escrito, fez questão de matar pessoalmente seu ministro da defesa, que havia ocupado o cargo poucos dias antes.

O jeito de matar foi acionar arma antiaérea contra o corpo do ministro, coisa que o ditador fez questão de fazer pessoalmente.

Embora algumas fontes tenham dito que o motivo do assassinato tenha sido porque o ministro cochilou num discurso do ditador, na verdade a razão foi que o ditador desconfiou que o ministro estivesse montando uma revolução com alguns generais para tirar o ditador do poder.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta