O maior dos absurdos em Recife

O garoto Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, morreu vítima da negligência de uma patroa que não conseguiu cuidar da criança por cinco minutos enquanto sua empregada e mãe do menino, levava os cachorros da madame para passear. 

A empregada doméstica só levou o filho para o trabalho porque não tinha com quem deixar e então se viu no meio de uma tragédia. A mulher, esposa de Sérgio Hacker, prefeito de Tamandaré, em Pernambuco, foi autuada em flagrante pelo crime de homicídio culposo (sem intenção). Como previsto em lei, pagou fiança – determinada pelo delegado em R$ 20 mil.

As investigações e o vídeo divulgado apontam para a negligência da patroa, que deixou o garoto de 5 anos sozinho no elevador do condomínio. É mais um retrato, gravíssimo, da realidade do Brasil. O pobre continua sendo pisado e humilhado diariamente.

Deixe uma resposta