O início do sonho

Foto: folha.uol.com.br
Foto: folha.uol.com.br

Agora sim podemos falar de Copa Libertadores da América. O sonho de consumo dos torcedores sulamericanos começou, e aqui no Brasil, quem pôde sentir primeiro o gosto da maior competição de clubes do continente foi o torcedor são paulino.

O tricolor estreou diante do desconhecido Universidad César Vallejo, time da cidade de Trujillo, no Peru, e conseguiu um empate interessante, afinal, marcar um gol fora de casa é extremamente importante.

A questão é que o futebol também pode enganar. O São Paulo é e foi amplamente superior ao time peruano e poderia ter matado o jogo lá mesmo. Mas faltava algo, a bola insistia em não entrar, como na cavadinha de Ganso, ou quando entrava, os árbitros da partida não viam, como no gol de Alan Kardec. Parecia que seria complicado depois que o atacante peruano acertou um “petardo perfeito” de fora da área, chute que não se repetirá durante um longo tempo.

O jogo de volta será no Pacaembu. Mas, fosse em qualquer lugar, o São Paulo garantiria a classificação com o “pé nas costas”. A inferioridade técnica do Céssar Vallejo é enorme. Tem torcedor que pode pensar: “cuidado, o Corinthians já foi eliminado nesta mesma fase”, mas, os mais otimistas pensam: “um raio não cai duas vezes no mesmo lugar!”. E aí, torcedor, preparado para entrar na fase de grupos desta competição que o tricolor paulista conhece melhor do que ninguém?

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta